09 DE DEZEMBRO

|

Informativos por E-mail

PUBLICIDADE

SUGAR MISS TAYLOR e Tuta Rosal: campeões antecipados do CPV

Publicado em 19 de Novembro de 2014 por Clara Marinho

Há três anos uma égua não vencia a maior competição de vaquejada do país. SUGAR MISS TAYLOR surgiu para quebrar as vitórias consecutivas dos machos nas últimas temporadas e se consagrou campeã por antecipação do Campeonato Portal pela categoria Amador, especialidade Puxar.

Montada pelo vaqueiro pernambucano Tuta Rosal, a fêmea da raça Quarto de Milha de pelagem Alazão Tostado foi três vezes campeã em 2014. Forte e impressionante na pista, SUGAR teve como aliado o vaqueiro Tuta, conhecido por sentir prazer na competição. Na campanha dos dois – animal e vaqueiro – não há que se falar em racha. Os pontos e troféus foram disputados na raça e no braço.

A soma de pontos da campeã do Brasileirão chegou ao ápice ainda com dois segundo lugares. O aproveitamento de SUGAR MISS TAYLOR (Sugar Son KRB x Freckles Miss Taylor) é de 66,67.

Desde o começo da temporada Tuta Rosal e a égua SUGAR mostraram dignidade e ousadia para subir ao pódio mais cobiçado do esporte. Será a primeira vez que Tuta receberá um troféu de Melhor do Brasil. Algumas vezes o dono do Grupo Rosal chegou perto de ficar entre os ganhadores, finalizando o ano em 4º (2010) e 5º (2012) lugares, mas o MDA premia apenas os três melhores.

No mês de maio, Sugar e Tuta deram um olé na concorrência durante a vaquejada do Parque São José. Em Macaíba, no Rio Grande do Norte, o conjunto provou ser o mais afiado da competição e fortíssimo candidato ao troféu de MDA. Lá eles foram campeões e vice-campeões da final Amador, conquistaram a liderança do CPV e manteram até hoje.

Faltando ainda duas etapas para o encerramento da contagem de pontos corridos (União dos Palmares e Arapiraca), Tuta, afastado da sela da Sugar Miss, comemora o título e se prepara para receber o Oscar das Vaquejadas, no dia 13 de dezembro.

“Realizo um sonho que há muito tempo luto por ele e que graças a Deus consegui realizar este ano, montando esse animal. Para o sonho ser completo, vou lutar para minha equipe ser campeã”, disse o melhor do Brasil. Tuta defende o Grupo Rosal/Haras Irmãos Landim/Haras Dr Guerra Barreto, formado também por Geovani Morais e Rui Guerra Filho.

Arthur Roberto Lapa Rosal, ou simplesmente Tuta, está com 33 anos, mas sua história na vaquejada vem desde os 7, quando começou a correr boi. O vaqueiro agradeceu a parceria com o animal que lhe consagrou campeão nacional e campeão do CAMPEV, “vencemos em conjunto”, disse.

A entrega do Prêmio Melhores do Ano será feita no Parque Arthur Filho durante o Leilão Aliança Portal e será transmitida ao vivo pelo AgroCanal a partir das 17h30.

Fotos: Allan Damasceno