09 DE DEZEMBRO

|

Informativos por E-mail

PUBLICIDADE

Baianos comemoram a vitoria de Léo Cohin na Tropa de Elite no Parque Ivandro Cunha Lima

Publicado em 07 de Março de 2010 por Portal Vaquejada

Mais uma vez o Parque Ivandro Cunha Lima parou para assistir a grande emoção da derrubada do boi na competição que é a sensação das vaquejadas. A Tropa de Elite Melhores do Ano reuniu quarenta vaqueiros e um só objetivo, ser o primeiro campeão de Tropa em 2010 e já garantir presença no Prêmio Melhores do Ano 2010. No final Léo Cohin, do estado da Bahia, vence o duelo com Edvaldo Filho, que é do Rio Grande do Norte.
Foram quatro rodadas de muita emoção. Na primeira rodada apenas 15 vaqueiros se classificaram. Já na segunda, restaram apenas três vaqueiros. Seguiam na briga o vaqueiro Edvaldo Filho, Léo Cohin e Neto Bezerra, da cidade de Toritama-PE. Apesar de ser o primeiro a se classificar para terceira rodada, Bezerra não logrou êxito na sua puxada e ficou fora da rodada seguinte. Já Cohin e Edvaldo Filho seguiram na disputa.
As expectativas aumentavam a cada segundo, pois esta seria o caminho mais curto para o que o vaqueiro e seu cavalo entrassem para história da vaquejada do Parque Ivandro Cunha Lima.
Para seguir na competição, o vaqueiro Edvaldo Filho, que representa a equipe do Parque Cidade dos Cavaleiros (Parnamirim-RN), informou que o Peppy Brian Bar, cavalo em que estava competindo,  havia se machucado e precisava substituir o animal, caso este que é permitido nas regras da Tropa de Elite. Edvaldo Filho voltou a disputa em outro cavalo, mas não foi feliz na sua apresentação. O boi foi ao solo, mas queimou o primeiro cal. Na puxada o vaqueiro Edvaldo Filho caiu do cavalo, chegando a se machucar, mas a princípio não apresentando nada de grave.
Era a chance que Léo Cohin precisava para levantar o troféu de campeão da Tropa de Elite. Esteirado pelo vaqueiro Alex Araújo, Cohin montava um dos cavalos do Haras LM e com isso contava com toda a torcida da equipe.
Na sua apresentação Cohin não deu chance para falhas. Em uma excelente puxada de direita, o cavalo Alan Tornado correspondeu ao comando do vaqueiro e o boi, que apesar de fazer parte de um z de altíssima qualidade, não resisitiu e foi ao solo. Após este momento, só se escutou o valeu boi do juiz e a festa dos baianos estava confirmada. Leo Cohin era o mais novo campeão da Tropa de Elite Melhores do Ano. Com isso é o primeiro a estar presente no “Oscar da Vaquejada” .
Em meio a toda as comemorações, Léo Cohin agradeceu ao vaqueiro Lucas Mendonça ter sedido o seu cavalo para que ele competisse. “ Merete me disse que eu corresse no cavalo dele e que eu ia ganhar” declarou emocionado o Vaqueiro Léo Cohin.