09 DE DEZEMBRO

|

Informativos por E-mail

PUBLICIDADE

Leilão Paraíba Horse movimenta R$ 1,7 milhão

Publicado em 02 de Março de 2013 por Clara Marinho

A Paraíba mostrou, mais uma vez, para o Brasil que detém um alto padrão de qualidade genética do cavalo Quarto de Milha voltado para a vaquejada. O resultado da 10ª edição do Leilão Paraíba Horse é oriundo do trabalho sério e da dedicação dos criadores do Parque Haras Ivandro Cunha Lima (Campina Grande-PB), Haras Joel Gonçalves (Lagoa do Carro-PB), Haras RC (Ingá-PB) e Haras Ponta da Serra (São João do Cariri-PB).

O Leilão Paraíba Horse, aconteceu na noite desta sexta-feira (01) no tatersal do Parque Ivandro Cunha Lima, em Campina Grande-PB, e movimentou R$ 1. 708.500,00 com a venda de 44 lotes da raça Quarta de Milha e 49 coberturas do garanhão Don Alamitos HJG. A média foi de R$ 34.363,64.

Segundo dados da Agreste Leilões, Dieguita Bars HJG (Don Diego Bars x Black’s Surething) foi o lote mais caro da noite. A égua nascida em 2009 foi vendida por Luciano Alves à Delfim Pinto de As Quintela por R$ 156 mil. E, o segundo destaque do Paraíba Horse 2013 foi um macho, filho do Don Diego em mãe filha do Roxão. Don Silver Wild HJG foi adquirida pelo proprietário do Haras BonSucesso – Sérgio Miranda – por R$ 120 mil.

Quem comandou a batida do martelo foi o leiloeiro Aníbal Ferreira. A venda de coberturas do garanhão Don Alamitos HJG, filho de Don Diego Bars, alcançou a marca de R$ 196.500,00. Ao todo, foram 49 lotes, cada um vendido por R$ 4.010,20.

Luciano Chaves Gonçalves disse estar muito satisfeito com o resultado da 10ª edição do Leilão Paraíba Horse. “A cada ano conseguimos aumentar a procura e apresentar uma tropa de animais com as melhores genéticas para a vaquejada. O ponto forte do nosso leilão é a união entre quatro criadores e amigos que estão em busca do ideal para o cavalo de vaquejada”, disse.

Ivandro Filho, descreveu o leilão como “um evento que soma muito à vaquejada do Parque Ivandro Cunha Lima e que a cada ano supera seu próprio recorde e qualidade genética”.

O pregão teve assessoria da Love Horse e a leiloeira responsável foi a Agreste Leilões. A transmissão ficou por conta do AgroCanal.
 
Foto: Don Silver Wild
Crédito: Allan Damasceno